quinta-feira, 12 de setembro de 2013

MELAYA, TEU ETERNAMENTE.

MELAYA, TEU ETERNAMENTE.

MEU SONHO AINDA NÃO SE DISSIPOU,
E MINHAS LÁGRIMAS AINDA NÃO CAIRAM,
SEREI FORTE COMO VOCÊ PEDIU,
É SÓ ESPERAR QUE LOGO ENTRAREI POR TUA PORTA.

E DISSIPAREI TEUS SONHOS RUINS
E ESTAREI AO TEU LADO, SEM TER FIM.
EU COMPREENDO TEUS CAMINHOS,
MAS DESTRUIREI QUE TENTOU TE DERROTAR.

MINHA QUERIDA CONSERTAREI O MUNDO INTEIRO
SOMENTE PARA QUE NOS APROXIMEMOS,
SEM A INTERROPÇÃO DE OUTROS.

OU VERÃO A MINHA FÚRIA
SOMENTE PARA TE PROTEGER,
SOMENTE PARA NOS AMARMOS.

ADRIANO DE ALVARENGA AZEVEDO

Nenhum comentário:

Postar um comentário